Nossa História

NOSSA VISÃO ♦  NOSSA MISSÃO
Ser um referencial de Igreja para a sociedade, capacitando e enviando indivíduos no mover do Espírito Santo, para estabelecer o Reino de Deus na Terra. Proclamar o Evangelho de Jesus Cristo com ousadia e confiança, conduzindo a multidão dos salvos à maturidade cristã através da Palavra de Deus.  

______________________
 
NOSSOS VALORES
Santidade como estilo de vida
Igreja como instrumento para o avanço do Reino de Deus na Terra
família como a célula básica de estabilidade na Igreja e sociedade
Relacionamentos em amor que promovam a edificação
Serviço através dos dons

________ ♦ ________
 
EM QUE CREMOS
Em Jesus Cristo como único e suficiente Salvador e Senhor de nossas vidas (I Tm. 2:5);
Na Bíblia Sagrada, como única regra de fé e prática cristã (II Tm.  3:16-17);
Na Igreja como Corpo de Cristo, sendo Ele o Cabeça (Ef. 5:23 e Cl. 1:18);
No novo nascimento do espírito do homem (I Jo. 3:3) que estava morto (Ef. 2:1), e na restauração do homem (corpo, alma e espírito) para o encontro com Jesus (I Ts. 5:23);
Na apresentação de crianças, consagrando-as - por permissão dos pais - ao Deus Eterno (Lc. 2:22-23);
Nos dons do Espírito Santo, como válidos e presentes para a edificação da Igreja (I Cor. 12:28-30);
Nas ordenanças da Ceia do Senhor, como comunhão e fortalecimento espiritual da Igreja, em memória a morte do Senhor, até que Ele venha (Lc. 22:19-20 e I Cor. 11:23-26) e no Batismo em águas por imersão, como forma correta da representação da nossa morte para o pecado e a ressurreição para uma nova vida em Jesus Cristo (At. 8:36, 38-39 e Rm. 6:3-5);
Nas primícias do dízimo e nas ofertas, em obediência, como fórmula de sustento de Deus para a Igreja e bênção para aquele que entrega e semea (Ml. 3:10 e I Cor. 9:6-9);
No jejum e oração como forma de santificação, adoração e de se obter graça de Deus (Mc. 9:29);
Na unção com óleo para a cura e para separação ministerial (Tg. 5:14 e Êx. 28:41);
Em ministérios em todos os níveis (Ef. 4:11-13) tanto para homens como para mulheres, desde que haja constituição espiritual (I Tm. 3:1-13);
No casamento - instituição divina - como a única união estável entre duas pessoas, composto por macho e fêmea (Gn. 2:24 e Lc. 20:34);
E cremos que estamos no final dos tempos, onde Cristo descerá dos céus e levantará os mortos para a recompensa final, havendo então uma solene separação onde os ímpios serão entregues ao castigo e os justos à bem-aventurança; e que esse julgamento, baseado nos princípios da justiça, determinará o estado final dos homens, o céu ou o inferno (I Pe. 4:7 e II Pe. 3:13; Jo. 5:28,29 e I Cor. 4:5). 

________ ♦ ________
 
Como Pastores do Ministério Internacional da Colheita, não daremos descanso aos nossos olhos enquanto não vermos levantada uma geração de pessoas altamente comprometidas com a Palavra de Deus e em obediência ao Santo Espírito. Temos a Bíblia Sagrada e o Santo Espírito como nosso guia e acreditamos que, para o cumprimento de nossa chamada ministerial, bem como a de todos, o caráter divino é imprescindível e andar à luz das Escrituras e da Revelação não é apenas uma sugestão.
Desde nossa conversão, em 1989, buscamos e adoramos a Deus com intensidade e verdade. Acreditando que a qualquer momento, Aquele que já fez, pode fazer novamente e então todos famintos e sedentos por mais d'Ele, se curvarão ante Sua preciosa presença com entendimento, em reverência e adoração.
 
Pra. Vânia Rorato
www.vaniarorato.org